CMDCA

Uma manifestação do coração na IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Palhoça

Como já falamos anteriormente, a IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Palhoça, foi momento de troca, crescimento e presentes.

Sim! Presentes: Suzana Mendes presenteou a todos os participantes com uma linda poesia escrita durante a Conferência.

Suzana Mendes fazendo a leitura da Poesia de sua autoria: "Ser Criança"

Ser Criança, quando pequeno saber chorar!

Chorar para pedir algo que quer.

Quando pequeno saber sorrir!
Sorrir com o que vê, sente e se ganha.
Ser criança e poder falar e ter alguém para escutar.
Ter alguém para transmitir a segurança, alguém que transmita confiança.
Amor para sentirmos amado, para amarmos da mesma forma.
A maior grandeza é sermos como criança.
Amar a todos e sorrir para todos.
Quando olhamos com os olhos e vimos com o coração.

Ser criança aprendendo a compartilhar, transmitir.
Compartilharmos momentos felizes e tristes.
Repartir o que temos de melhor.
Sem comida dar o pão!
Sem roupar vestí-lo!
Sem cama dar onde dormi!
Sem teto providenciar onde repousar!
Sem família dar afeto!
Transmitir confiança no olhar,
Segurança no abraço.

Perdoar como criança.
Ser criança sem mágoa, sem ódio e rancor.
Ser simples.

O mundo seria melhor transmitindo esperança
Se girasse em torno do amor e simplicidade de uma criança.

Suzana Mendes mora na cidade de Palhoça é catadora de material reciclado.

Obrigado Suzana pela sua valiosa manifestação.

Anúncios
CMDCA

Criança Protegida

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Palhoça têm participado de algumas audiência no Ministério Público de Palhoça:  1ª Promotoria de Justiça – http://1pjpalhoca.blogspot.com/  no que diz respeito aos Direitos da Criança e do Adolescente deste Município.

O CMDCA compreende que garantir direitos à criança e ao adolescente não é uma tarefa fácil, sobretudo em um sistema social onde a prioridade foca em direções diferentes.

Garantir direitos à criança e ao adolescente é uma ação articulada e deve ser incorporada por toda a sociedade que deve criar mecanismos de discussão, estudo, aproximação e ações voltadas a proteção integral da criança e do adolescente.

É necessário que os olhares e políticas estejam voltadas à família e à comunidade, visto que não há como fomentar a proteção integral se não fortalecer-se estes núcleos.

Assim, participar das audiências na 1ª Promotoria de Justiça de Palhoça dentro destas matérias é uma oportunidade para o  CMDCA – Palhoça voltar-se a um entendimento amplo de toda dinâmica da sociedade e identificar as articulações/mobilizações  necessárias para  a uma efetiva Política Pública de Proteção Integral para a Criança e o Adolescente.

Iniciativas

CMDCA Palhoça presente no Seminário sobre Trabalho Infantil

No dia 09 de junho aconteceu no auditório do Ministério Público, em Florianópolis, o Seminário ” Trabalho precoce em Santa Catarina: Suas Piores Formas – A REde para Erradicar”.

Foi um dia de reflexão e busca de união de forças para pensar estratégias no Combate ao Trabalho Infantil.

Entre os painelista esta o Promotor de Justiça – 1ª Promotoria de Justiça de Palhoça – Aurélio Giacomelli da Silva e Pedro Caetano de Carvalho, filósofo e Juiz de Direito Aposentando.

Já no período da tarde foram apresentandos alguns dados do Diagnóstico da Situação da Criança e do Adolescente de Florianópolis pela Lúcia Delagnello do ICOM e experiências positivas de ações preventivas como: Campanha pela Infância e Adolescência protegidas: Secretaria Municipal de Assistência Social de Florianópolis e Serviços CREAs e CRAS de Criciúma.

A Coordenadora do Evento, a Srªa Ing Ranck – Auditora-Fiscal do Trabalho – Superintendência do Trabalho e Emprego em SC apresentou dados importantes de como está o mapa do trabalho infantil em nosso Estado.

  

Parabéns aos Coordenadores e participantes do evento.

Iniciativas

Inscrições prorrogadas para Prêmio Itaú-Unicef

As inscrições para o Prêmio Itaú-Unicef, iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), foram prorrogadas até o próximo dia 15 de junho. O tema desta 9ª edição é Educação Integral: Experiências que Transformam. O objetivo da iniciativa é reconhecer e estimular o trabalho de organizações sem fins lucrativos que contribuam, em articulação com políticas públicas de educação e assistência social, para ampliar a aprendizagem de crianças, adolescentes e jovens.

Podem se inscrever organizações sociais de todo o Brasil. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis nas agências do Banco Itaú, nos escritórios do UNICEF e no sitewww.premioitauunicef.org.br.

Em outubro, serão indicados até 32 projetos finalistas, um de cada porte por regional. Esses finalistas, após receber visita técnica, serão considerados vencedores regionais, e cada um receberá R$ 20 mil.

Na etapa final, as organizações responsáveis pelos quatro projetos vencedores nacionais receberão mais R$ 80 mil cada. Haverá ainda um grande vencedor, cujo valor do prêmio é de R$ 180 mil. A premiação nacional será realizada em novembro.

Fonte de Imagem e Informações: http://www.unicef.org.br/